top of page

Comunicação Positiva

Professor

Sónia Pereira

Horário

6a feira | 9h30 | 1h quinzenal

Comunicação Positiva

Apresentação geral da disciplina:


Entendermos e sermos entendidos é fundamental para o nosso bem-estar e para o sucesso das

nossas relações. Neste sentido, o módulo de comunicação positiva aborda inicialmente, as

questões base da comunicação, nomeadamente, a dinâmica, os princípios e barreiras

comunicacionais, dando também a conhecer alguns modelos explicativos da comunicação e

algumas das ferramentas fundamentais para a prática da comunicação positiva.

Trata-se de um módulo em que a comunicação entre formandos e formador é a dinâmica eleita,

existindo momentos de autorreflexão e conhecimento com objetivo de estimular as mudanças

internas necessárias para uma comunicação mais saudável e enriquecedora.


Objectivos gerais:

  1. Compreender a relevância da comunicação positiva na terceira idade.

  2. Desenvolver habilidades de comunicação eficaz.

  3. Conhecer os principais desafios comunicacionais enfrentados pelos sêniores.


Objectivos específicos:

  1. Identificar e caracterizar os intervenientes no processo de comunicação e os diferentes perfis comunicacionais;

  2. Identificar as barreiras comunicacionais não facilitadoras ao desenvolvimento de uma comunicação positiva;

  3. Conhecer os ingredientes  fundamentais num processo  de comunicação: Feed-back,  escuta ativa e empatia; 

  4. Praticar através de exercícios a  comunicação assertiva e  positiva;

  5. Conhecer a PNL como forma de  abordagem da comunicação;

  6. Entender o funcionamento  deste modelo e a forma como as  nossas representações internas  interferem na nossa forma de  comunicar;

  7. Identificar os valores e crenças  facilitadores e não facilitadores  para uma comunicação positiva;

  8. Conhecer o modelo de  comunicação não violenta;

  9. Promover o autoconhecimento  de cada participante a este  nível;

  10. Capacitar para a gestão de  conflitos;

  11. Definir conflito;

  12. Conhecer vantagens e  desvantagens de conflito;

  13. Colocar em pratica, as técnicas  de acordo e negociação.


Programa:


  1. Processo de comunicação e perfis comunicacionais;

  2. Função e importância dos elementos que intervêm no processo de comunicação;

  3. Tipos de linguagem: verbal e não verbal;

  4. Influência de cada componente na comunicação positiva;

  5. Diferentes perfis comunicacionais (Passivo, Agressivo, Manipulador e Assertivo);

  6. Consequências de cada estilo comunicacional; 

  7. Formas de gerir cada estilo comunicacional;

  8. Comunicação assertiva:  Particularidades e  vantagens do perfil  assertivo;

  9. Barreiras à comunicação (opiniões e atitude do receptor, egocentrismo, perceção,  transferência, contexto,  complexidade da mensagem,  estado de fadiga, desmotivação;

  10.  Introdução ao conceito da  comunicação positiva;

  11. Feed- back; escuta ativa e  empatia;

  12. Programação Neurolinguística e comunicação; 

  13. Como a nossa mente  funciona?;

  14. As diversas funcionalidades da  PNL (vendas, estudos, terapias,  resolver problemas e  desenvolver a comunicação  positiva);

  15. Padrões de linguagem  (Distorções, omissões e  generalizações) e sua influência  na comunicação;

  16. Modelo de comunicação não  violenta de Marshall B.  Rosenberg e suas componentes:  observações, sentimentos,  necessidades, pedidos; 

  17. Fatores bloqueadores da  comunicação não violenta:  Juízos morais; comparações;  Negação da responsabilidade;

  18. Gestão de conflitos;

  19. Modos de lidar com os conflitos;

  20. A comunicação positiva nas técnicas de acordo e negociação.


Actividades a desenvolver em aula:

  1. Exercícios práticos de comunicação positiva utilizando diferentes técnicas e materiais.

  2. Discussões em grupo sobre temas relacionados à comunicação positiva para séniores.

  3. Criação de projetos individuais ou em grupo para aplicar os conhecimentos adquiridos.

Sónia Pereira

Sónia Pereira

Licenciada em Psicologia Clínica, CAP e curso de e-formador pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional de Viseu. Ministrou diversas formações para formadores e formação interna sobre planos individuais, Qualidade de vida, ética e deontologia no trabalho, entre outros temas.
Trabalhou aproximadamente 20 anos com pessoas com deficiência e/ou incapacidade o que permitiu-me adquirir uma vasta experiência nas abordagens e formas de lidar com este público tão especial.
Também exerceu clínica privada e trabalhou em Instituições de Solidariedade Social com diversos públicos (crianças, adolescentes, pessoas com comportamentos aditivos, doença mental e pessoas com deficiência e/ou incapacidade), sendo que a relação com os clientes sempre foi o principal veículo promotor para a mudança.

bottom of page